Words are spaces between us

A alma está para lá das palavras, encontra-se escondida nas vírgulas que separam os sentimentos latentes nas frases ditas inconscientemente.

sábado, 23 de abril de 2011

Loser

Sonhos. Imagens nítidas que cultivam no peito certezas incertas, esperanças revestidas de amor e afecto, crenças que não passam do que são na realidade, crenças, ideias desfiguradas pela ânsia, pelo desejo de ter aquele por quem esperámos uma vida inteira, todos os seus traços, expressões, sorrisos e inocências, palavras, um rasto sublime de frases que nos invadiram o ouvido mas nos destroçaram o coração da certeza errada de termos encontrado finalmente o nosso pedaço perdido entre o infinito e um passado levemente esquecido.
Um dia desacreditei, neguei concordar com a existência do destino, chamei aos desencontros e reencontros meras coincidências que dão cor à nossa vida, que a resgatam da penumbra do certo e lhe abrem a porta da fantasia do acaso, caminhos paralelos que subitamente se encontram sem qualquer razão ou explicação. Hoje, mais do que nunca, sei que nada é tão linear como se apresenta, as vestes que cobrem os rostos mentirosos e traidores aliciam-nos a entrar num jogo perigoso de amor, paixão doentia e sofrimento não merecido. A hipocrisia reina, a farsa é a sua arma, abraça-se ao cinismo e juntos são os actores principais numa história que acreditámos ser verdadeira.
Cala-te, não digas mais nada, abafa a tua voz com a falsidade que guardas no lugar da tua alma, morre, evapora-te do mundo e refugia-te no inferno, deixa-te ser embalado pelas chamas que anseiam consumir o teu corpo sem valor, o teu sorriso vazio, as tuas palavras mortas. Morre, deixa-te ser a cinza de algo que não existiu, que nunca fez parte da minha história, pois para mim és como um papel velho, amarrotado e rasurado, rasgado pelo aroma de falsidade que emanas, foge e sê aquilo que és para mim, nada, o simplesmente nada.

15 comentários:

  1. Gostei imenso do teu blog, vou seguir :)

    ResponderEliminar
  2. Texto 5 stars... parabéns... "Cala-te, não digas mais nada, abafa a tua voz com a falsidade que guardas no lugar da tua alma, morre" adorei esta frase =)bjnhos

    ResponderEliminar
  3. Selo para ti no meu blog* (:

    ResponderEliminar
  4. Que texto lindo Daniela.
    Bem intenso.
    beijos

    ResponderEliminar
  5. Texto bastante Sincero, Muito Bom!

    Tornei-me seguidor! :)

    Beijos *

    ResponderEliminar
  6. «A hipocrisia reina, a farsa é a sua arma, abraça-se ao cinismo e juntos são os actores principais numa história que acreditámos ser verdadeira.» uma das maiores verdades da nossa sociedade, infelizmente. Adorei o texto e blog. Vou seguir* Beijinhos

    ResponderEliminar

espírito crítico